Última hora

Última hora

Obama vai ao Congresso "clarificar" reforma do sistema de saúde

Em leitura:

Obama vai ao Congresso "clarificar" reforma do sistema de saúde

Tamanho do texto Aa Aa

Depois da educação, os norte-americanos estão de olhos postos na saúde.

Esta quarta-feira, Barak Obama vai falar às duas Câmaras do Congresso sobre um dos temas que mais polémica tem suscitado: a reforma do sistema de saúde. O projecto divide republicanos e democratas e está, também, a contribuir para a queda da popularidade do Presidente norte-americano. Em causa estão os custos associados à criação de um seguro saúde público, em tempos de crise. Um projecto avaliado em cerca de um bilião de dólares e que vai acabar com o monopólio das seguradores privadas. A clareza do discurso poderá, por isso, ser decisiva para avançar com a reforma do sistema de saúde. Um analista explica que “esta reforma está a gerar muita confusão.” Foram levantadas questões, afirma, que nada têm a ver com o projecto e “isso está a dividir a opinião pública.” Trata-se de um assunto complexo, sublinha, que é necessário clarificar para ultrapassar as divergências no Congresso. A falta de clareza é apontada pelos críticos como o principal obstáculo à aprovação do plano. Uma estratégia que, dizem, deu aso a ambiguidades e a especulações. Nos Estados Unidos, existem cerca de 50 milhões de pessoas sem um seguro de saúde ou acesso a cuidados médicos.