Última hora

Última hora

EUA à espera da reforma do século

Em leitura:

EUA à espera da reforma do século

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente norte-americano pressiona o Congresso a aprovar a reforma do sistema de Saúde.

Num discurso diante dos congressistas Barack Obama defendeu um programa estatal de saúde para concorrer com os seguros privados, um dos calcanhares de Aquíles do sistema norte-americano. “Somos a única democracia, a única da terra, a única nação próspera que mantém fora do sistema de saúde mais de 30 milhões de pessoas, cidadãos que não conseguem obter nenhum tipo de cobertura médica”. Mais de 30 milhões de pessoas corresponde a 10% da população norte-americana, daí a máxima importância deste debate para o país e para a popularidade do actual presidente cuja aura começa a cair perante uma oposição que não se poupa a jogos políticos. “Em vez de um debate honesto, assistimos a tácticas que tem como objectivo fazer medo. Muitos continuam colados às suas ideologias políticas, inflexíveis e não propõem qualquer ideia ou compromisso. Mas o tempo de politiquíces chegou ao fim, os jogos acabaram e o momento é agora de acção”. A urgência das reformas leva Barack Obama a aumentar o tom, tendo em vista uma conclusão ainda para este ano. Um fracasso, neste dossiê, que faz parte de uma das grandes promessas de campanha, será uma grande mancha na popularidade desta adminstração. Uma ambição que escapou a muitos presidentes como Nixon ou Clinton.