Última hora

Última hora

Sequestrador de avião mexicano é um pastor da Bolívia que "cumpria" missão "divina"

Em leitura:

Sequestrador de avião mexicano é um pastor da Bolívia que "cumpria" missão "divina"

Tamanho do texto Aa Aa

Josmar Flores Pereira é um pastor boliviano e é o único alegado responsável pelo mediatizado sequestro do avião da Aeroméxico, ocorrido esta quarta-feira. Aparentemente, uma “missão divina” imaginária esteve por trás do feito.

A polícia deteve-o na Cidade do México, depois de uma intervenção especial digna de um filme de acção. O Boeing 737 efectuava um voo entre Cancun e a Cidade do México com 104 pessoas a bordo. Todos os passageiros foram libertados sãos e salvos quando o aparelho já estava na capital mexicana. De acordo com o Ministro para a Segurança Pública, Pereira afirmou que o dia 9 do 9 de 2009, invertido, lia-se 6 do 6 do 6, e que enquanto pastor tinha de fazer alguma coisa porque pairava uma ameaça sobre o seu país. Por isso, e para salvar o México, Pereira resolveu sequestrar o aparelho, ameaçando fazer explodir uma bomba escondida. Tudo para chegar ao presidente mexicano Felipe Calderón, que interrompeu reuniões para se dirigir ao aeroporto, pois na altura pensava-se que eram vários os sequestradores. A confusão durou cerca de uma hora, e em nenhum momento Pereira chegou à cabina dos pilotos. Apenas conseguiu angustiar os passageiros.