Última hora

Última hora

Alemanha: Magna adquire maioria do capital da Opel

Em leitura:

Alemanha: Magna adquire maioria do capital da Opel

Tamanho do texto Aa Aa

Nova era para a Opel e a General Motors Europa.

O grupo canadiano Magna, apoiado pelo russo Sberbank vai adquirir 55 por cento do capital da Opel. Os canadianos chegaram a acordo, em Berlim, com a construtora norte-americana e com o governo alemão para adquirir a participação maioritária na empresa automóvel. Angela Merkel congratulou-se com a decisão, que “seguiu a linha que o governo desejava, mas também o que pretendiam os trabalhadores da Opel”. A 17 dias das eleições legislativas, a Chanceler tira um trunfo da manga. As quatro fábricas da construtora em solo alemão vão continuar a operar. A mesma sorte não terão os trabalhadores da unidade de Antuérpia, na Bélgica. No Reino Unido, o futuro é incerto. Existem ainda vários pontos importantes sujeitos a negociação, mas o acordo definitivo deve ser alcançado dentro de semanas. John Smith, o negociador-chefe da GM, declarou estar confiante na opção escolhida porque “representa a melhor solução para um futuro sustentado das marcas Opel e Vauxhall”. Alívio para os 25 mil trabalhadores germânicos da construtora, que ficam com 10% do capital da empresa, enquanto 35% permanecem nas mãos da General Motors.