Última hora

Última hora

Berlusconi: "Sou o melhor presidente do Conselho dos últimos 150 anos em Itália"

Em leitura:

Berlusconi: "Sou o melhor presidente do Conselho dos últimos 150 anos em Itália"

Tamanho do texto Aa Aa

Sílvio Berlusconi não desilude os órgãos de comunicação social e continua a lançar frases polémicas, que enchem as primeiras páginas dos jornais.

Envolvido num escândalo sexual, o presidente do conselho transalpino negou mais uma vez ter recorrido a prostitutas de luxo e confirmou que em toda a sua vida nunca pagou para ter sexo. Berlusconi proferiu estas palavras numa conferência de imprensa conjunta com o chefe do governo espanhol. Perante o olhar incrédulo de Jose Luis Rodriguez Zapatero, deixou as modéstias de lado e respondeu a um jornalista, que lhe perguntou se os escândalos que têm abalado o seu governo o poderiam levar a apresentar a demissão: “Creio que sou de longe, o melhor presidente do Conselho dos últimos 150 anos em Itália”. O escândalo sexual eclodiu quando o El Pais publicou fotos tiradas na mansão de Berlusconi, na Sardenha, acompanhado de mulheres jovens seminuas. Emma Bonino considera que é embaraçoso, o tipo de “piadas públicas e estereótipos que Berlusconi está a promover”. A deputada do Partido radical italiano considera que “esta não é mensagem que deve ser enviada para as jovens, que se convencem que o corpo é tudo”. Um empresário italiano, acusado de corrupção, confirmou a dois jornais ter contratado 30 mulheres dispostas a manter relações sexuais em festas organizadas por Berlusconi, a troco de uma remuneração.