Última hora

Última hora

Atentados sem fim à vista no Cáucaso russo

Em leitura:

Atentados sem fim à vista no Cáucaso russo

Tamanho do texto Aa Aa

Os atentados bombistas continuam a abalar as ruas de Grozny e outros pontos do Cáucaso russo.

Pelo menos dois polícias morreram e três ficaram feridos depois de um suicida se ter feito explodir junto a um posto policial na capital da Chechénia. A deflagração deu-se a poucos metros de uma escola e resultou ainda em ferimentos em três crianças. O bombista accionou o engenho que transportava quando os polícias se preparavam para detê-lo. Dois dos agentes hospitalizados estão em estado grave. A violência quase diária afecta outras regiões da federação russa onde se mantém uma resistência armada islamista contra o domínio de Moscovo. Quatro presumíveis rebeldes foram mortos este sábado numa localidade perto da capital do Daguestão. O grupo foi abatido na sequência de um tiroteio com a polícia. Um dia antes, em Nazran, na capital da Ingúchia, a explosão de uma viatura armadilhada matou uma pessoa e feriu outras quatro perto de uma esquadra da polícia.