Última hora

Em leitura:

Legislativas noruegas: coligação e partidos da oposição empatados nas sondagens


Noruega

Legislativas noruegas: coligação e partidos da oposição empatados nas sondagens

A dois dias das legislativas na Noruega, a coligação de esquerda no poder e a oposição estão empatadas nas sondagens.

A líder da direita populista Siv Jensen sonha com a ascenção à chefia do executivo. Mas, para derrubar a coligação governante, precisa do apoio do centro-direita, reticente a juntar-se à principal força da oposição devido, nomeadamente, às visões estritas do Partido do Progresso acerca da imigração. O primeiro-ministro Jens Stoltenberg aposta em manter a coligação dos trabalhistas com vários pequenos partidos socialistas e centristas. Enquanto algumas sondagens publicadas na sexta-feira atribuem ao executivo 85 ou 86 dos 169 assentos do Parlamento de Oslo, outro estudo de opinião diz que os quatro partidos da direita podem eleger em conjunto 95 deputados. Rica em petróleo e com um dos mais elevados níveis de vida, segundo os índices de desenvolvimento das Nações Unidas, a Noruega atenuou a maioria dos efeitos da crise financeira, recorrendo ao enorme fundo soberano, avaliado em mais de 270 mil milhões de euros. Após uma breve recessão, o país exibe hoje a mais baixa taxa de desemprego da Europa.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Escolas da Flandres interditam uso do véu