Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

Em nome da protecção dos dados pessoais mais de 10 mil pessoas marcharam nas ruas de Berlim depois de uma série de escândalos relacionados com abuso e tráfico de dados confidenciais.

Claudia Roth, líder do partido os verdes esteve presente. “Temos receio de um Estado de vigilância onde todos são suspeitos e o direito à liberdade e o direito à privacidade são violados”, diz. Com o tema “liberdade e não o medo”, 167 organizações, entre partidos, sindicatos, jornalistas e grupos de artistas lançaram o apelo para o protesto. Na origem desta manifestação está também a adopção de uma lei pelo parlamento no final do ano passado, elaborada pela governo que permite a espionagem de computadores em investigações criminais e do serviços secretos.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre