Última hora

Última hora

Libertado jornalista iraquiano que atirou sapatos a Bush

Em leitura:

Libertado jornalista iraquiano que atirou sapatos a Bush

Tamanho do texto Aa Aa

Foi libertado o jornalista iraquiano que atirou os sapatos ao ex-presidente americano, George W. Bush. Muntazer al-Zaidi, 30 anos, foi acolhido pela família e por milhares de pessoas.

A libertação estava marcada para ontem, mas foi adiada por questões administrativas. O jornalista passou nove meses na prisão. Tinha sido condenado a três anos, por agressão a um chefe de Estado em visita oficial, mas a pena acabou por ser reduzida. À saída, esperava-o hoje uma enorme festa. Na conferência de imprensa, Muntazer al-Zaidi, afirmou que não está arrependido. E acrescentou: “Hoje estou livre, mas o Iraque continua preso. Agradeço a ajuda de todos e a todos os que ficaram a meu lado no Iraque, no Mundo árabe, muçulmano e no mundo livre”. Muntazer al-Zaidi atirou os sapatos a George W. Bush na última visita ao Iraque, a 14 de Dezembro do ano passado, enquanto o chamava “cão” perante as câmaras do mundo inteiro. Um grave insulto na cultura árabe, mas que o transformou num herói para milhares de pessoas.