Última hora

Última hora

Carter vê o racismo na base das críticas a Obama

Em leitura:

Carter vê o racismo na base das críticas a Obama

Tamanho do texto Aa Aa

O racismo está na base das críticas e ataques pessoais a Barack Obama. É a opinião do ex-presidente americano, Jimmy Carter, e de vários analistas, após o incidente no Congresso durante o discurso sobre a reforma do sistema de saúde e a manifestação da oposição do fim-de-semana.

Num debate em Atlanta, Jimmy Carter, disse estar preocupado e defendeu que muitos cidadãos americanos “sentem que um afro-americano não deveria ser presidente e não o respeitam da mesma forma que o fariam se fosse branco”. As acusações de Carter chegam uma semana depois do incidente no Congresso. O presidente Obama explicava, então, a reforma do sistema de saúde e foi interrompido por um deputado republicano que o chamou de mentiroso. Joe Wilson pediu desculpas mas acabou por ser repreendido oficialmente pela Câmara dos Representantes nas últimas horas. A Casa Branca prefere minimizar o debate, sobretudo, depois de Barack Obama ter aceitado o pedido de desculpas do deputado. Mas para o Partido Republicano o debate sobre o racismo não passa de uma estratégia para calar os opositores. A mesma opinião foi expressa pelos organizadores do primeiro grande protesto contra a política de Obama, no sábado, em Washington.