Última hora

Última hora

ONU: Israelitas e palestinianos cometeram crimes em Gaza

Em leitura:

ONU: Israelitas e palestinianos cometeram crimes em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

Tanto israelitas como palestinianos cometeram crimes de guerra e possivelmente crimes contra a humanidade em Gaza.

A acusação foi lançada esta terça-feira pela ONU, nove meses após o conflito que causou a morte a 1400 pessoas, na maioria palestinianos. O estudo da ONU baseia-se em 188 entrevistas e uma análise de dez mil documentos e doze mil fotografias e vídeos. O juiz sul-africano que dirigiu a missão sublinha que nenhuma das partes colaborou na investigação. Richard Goldstone afirma que “Israel pouco ou nada fez para ajudar a investigar as alegadas violações da lei internacional e que as autoridades de Gaza também não fizeram nada para investigar os ataques de rockets contra o sul de Israel. Do lado israelita, houve 13 mortos, entre eles, dez soldados e três civis. Telavive afirma que não colaborou com a investigação porque o Conselho de Direitos Humanos da ONU assumiu desde o princípio a culpa de Israel. Um porta-voz do ministro dos negócios estrangeiros israelita classifica a investigação com uma “farsa” e alega que não houve interesse em chegar à verdade. O Hamas também rejeitou as conclusões da ONU. O movimento palestiniano que controla a Faixa de Gaza considerou que o direito à defesa contra uma agressão exterior é uma questão “sagrada” à luz do direito internacional.