Última hora

Última hora

Casa Branca distancia-se de Jimmy Carter em debate sobre racismo

Em leitura:

Casa Branca distancia-se de Jimmy Carter em debate sobre racismo

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama distancia-se das declarações de Jimmy Carter sobre o racismo e tenta acalmar o debate que está a incendiar o país. O presidente americano considera que as críticas de que é alvo não são motivadas pelo racismo e diz compreender que a sua política seja contestada, a começar pela reforma do sistema de saúde.

A mensagem foi transmitida por Robert Gibbs, porta-voz da Casa Branca, que disse que “o presidente não acredita que as críticas sejam feitas com base na cor de pele”. Ontem, o ex-presidente Jimmy Carter defendeu publicamente que as recentes críticas à política de Obama eram motivadas pelo racismo. Num encontro em Atlanta, disse: “As pessoas que são responsáveis por ataques pessoais a Obama estão a ser influenciadas pela crença de que ele não deveria ser presidente porque é afro-americano. Isso é uma atitude racista”. Tudo começou na semana passada, quando um deputado republicano chamou mentiroso a Barack Obama durante um discurso no Congresso, acto pelo qual Joe Wilson pediu desculpas. Seguiu-se depois o protesto contra a reforma do sistema de saúde, com cartazes que representavam o presidente como Joker e Hitler. Para o Partido Republicano este é um falso debate.