Última hora

Última hora

Droga: Bolívia e Venezuela na lista negra

Em leitura:

Droga: Bolívia e Venezuela na lista negra

Tamanho do texto Aa Aa

A Bolívia e a Venezuela falharam os acordos internacionais contra o tráfico de droga.

Esta é pelo menos a conclusão do relatório anual sobre estupefacientes elaborado pelos Estados Unidos. Um documento, que fixa os grandes países produtores e as principais plataformas de trânsito de droga. Os países da América do Sul integravam em 2008 a lista nega composta por duas dezenas de nações. Uma situação que permite aos Estados Unidos cortar nos programas de apoio às populações, o que segundo Washington – neste dois casos – não vai acontecer. O Presidente boliviano já contestou as conclusões do relatório. Evo Morales considera que os Estados Unidos “não têm autoridade moral para dar lições a outros países” e que “Washington está a utilizar a luta contra a droga como meio de controlo político.” Em 2008, o chefe de Estado expulsou do território a agência anti-drogas dos Estados Unidos, que acusou de espionagem e de tentar destabilizar o país. As autoridades bolivianas garantem ter investido este ano cerca de 14 milhões de euros na luta contra a droga.