Última hora

Última hora

Karzai desmente existência de fraude maciça nas presidenciais

Em leitura:

Karzai desmente existência de fraude maciça nas presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

Um dia após a publicação dos resultados preliminares, Hamid Karzai vem a público defender a integridade das presidenciais de 20 de Agosto. O presidente afegão desmente que tenha existido uma fraude maciça, como afirmam a oposição e os observadores estrangeiros.

A vitória de Karzai está suspensa até ao final dos inquéritos por fraude. Actualmente são recontados os boletins de 10% das assembleias de voto. Segundo os resultados preliminares, o actual presidente obteve 54,6%, contra 27,7% do rival. Abdullah Abdullah exige a anulação de todos os votos fraudulentos e garante que isso bastará para que Karzai não obtenha os 50% e seja necessária uma segunda volta. De acordo com a missão de observadores europeus, há um milhão e meio de votos suspeitos, entre eles um milhão e cem mil favoráveis a Karzai. A equipa do presidente acusa os europeus de serem “irresponsáveis”. Os resultados finais não serão conhecidos antes de várias semanas. Uma situação que mantém o país num impasse político, que apenas favorece a violência e os receios internacionais.