Última hora

Última hora

Reeleição de Durão Barroso divide líderes políticos portugueses

Em leitura:

Reeleição de Durão Barroso divide líderes políticos portugueses

Tamanho do texto Aa Aa

Luz verde para Durão Barroso. O antigo primeiro-ministro português vai liderar a Comissão Europeia nos próximos cinco anos.

Mas as negociações com as diferentes famílias políticas em Estrasburgo não foram fáceis. Verdes e extrema-esquerda votaram contra, enquanto os socialistas europeus – a segunda maior força do hemiciclo – se pronunciaram a favor da abstenção. A votação seguiu as regras do Tratado de Nice decidida pela maioria simples dos votos expressos. No total Barroso recolheu 382 votos a favor – menos 31 que no primeiro mandato – 219 contra e 117 abstenções. Os líderes do PS, José Sócrates, e do PSD, Manuela Ferreira Leite já se congratularam com a reeleição de Durão Barroso. O democrata-cristão, Paulo Portas, também saudou a recondução do político português na presidência da Comissão Europeia. Já Francisco Louça líder do Bloco de Esquerda não poupa críticas ao antigo chefe de Governo: “A Europa sabe que Durão Barroso fugiu de Portugal porque havia uma crise económica, porque houve uma derrota eleitoral”.