Última hora

Última hora

"Selva" de Pas-de-Calais fecha para os imigrantes

Em leitura:

"Selva" de Pas-de-Calais fecha para os imigrantes

Tamanho do texto Aa Aa

O campo de imigrantes em Pas-de-Calais conhecido como “Selva” vai fechar de facto, depois de um anúncio feito há meses.

O ministro francês da Imigração, Eric Besson, disse que o ilegal ajuntamento de tendas e construções precárias deve fechar imediatamente. A chamada Selva tinha substituído campos oficiais como o Sangatte, em Pas-de-Calais no Norte de França, ponto de partida utilizado pelos imigrantes de toda a Ásia e Médio Oriente, principalmente, para Inglaterra. As associações que apoiam os jovens crentes no Eldorado, consideram que esta é uma medida com pouca eficácia: “A ‘Selva’ está longe de ser um campo de 4 estrelas, é um sítio que não devia existir. O facto de encerrar não vai alterar o problema. Eles vão instalar-se, rapidamente, ou nesta selva ou um pouco mais longe, mas regressam”. Há cerca de 1500 imigrantes a viver na Selva e arredores, com esperança de atravessar, seja como for, o Canal da Mancha. A justificação oficial do fecho é que esta é uma mensagem aos traficantes de pessoas.Mas a maioria dos imigrantes está aterrorizada é com a possibilidade de cair nas malhas das autoridades e ter de regressar às origens.