Última hora

Última hora

União Europeia aprova posição comum contra bónus dos gestores financeiros

Em leitura:

União Europeia aprova posição comum contra bónus dos gestores financeiros

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes dos 27 querem impor um limite aos avultados prémios dos gestores financeiros.

Uma posição comum adoptada pelos líderes europeus esta quinta-feira em Bruxelas, a uma semana da reunião do G20. “A bolha dos bónus rebentou esta noite. Nós não podemos aceitar que os lucros dos bancos sejam ganhos privados e que as perdas dos bancos sejam uma responsabilidade dos contribuintes”, declarou o primeiro-ministro sueco Fredrik Reinfeldt. Por seu lado, a França diz estar disposta a aceitar um acordo sobre os bónus dos dirigentes bancários desde que sejam consideradas outras medidas para além do limite os prémios. “O ponto que constitui um problema é o limite global do montante do bónus. Não é um problema no quadro legal da posição europeia porque está no seu texto final. Esse é o ponto em destaque”, disse o presidente Sarkozy. A presidência da UE afirma que os países mais ricos têm a responsabilidade de regulamentar o sector financeiro para prevenir uma crise como a que o mundo atravessa. Para muitos, os prémios excessivos concedidos aos gestores, foram precisamente um dos factores que ajudaram a desencadear o actual mau momento das finanças globais.