Última hora

Última hora

Concerto em Havana contestado por dissidentes

Em leitura:

Concerto em Havana contestado por dissidentes

Tamanho do texto Aa Aa

A praça da revolução em Havana, onde Fidel castro proferiu discursos históricos e também onde o Papa João Paulo II realizou a mítica homilia de 1998, vai ser palco de um enorme concerto onde se esperam 500 mil pessoas.

Chama-se Paz sem fronteiras e foi organizado pelo cantor colombiano Juanes que diz que o evento não tem fins políticos e serve apenas para encorajar o sonho e a esperança. . Gratuito, o espectáculo conta com 15 artistas oriundos de 6 países. Apesar das declaradas boas intenções, o evento está a causar a ira de alguns dissidentes cubanos, no exílio nos estados unidos. Acusam Juanes e companhia de apoiarem o regime dos irmãos Castro.