Última hora

Última hora

Marcha Gay em Belgrado anulada

Em leitura:

Marcha Gay em Belgrado anulada

Tamanho do texto Aa Aa

As ameaças de grupos homofóbicos extremistas contra a marcha gay prevista para domingo em Belgrado falaram mais alto.

As inscrições nas paredes da capital Servia não deixavam margens para dúvidas quanto às intenções dos grupos homofóbicos. Durante um encontro com o primeiro-ministro Mirko Cvektovic, a quem a polícia aconselhou uma alteração do local do evento, os organizadores recusaram a ideia de realizarem o desfile noutro lado. O evento foi anulado. Majda Puaca, do comité organizador, acusou o executivo de ter “capitulado perante as ameaças de violência de diferentes grupos e que por esse facto o estado anulou de facto a Parada Gay. Com a decisão de transferir o evento para outro local, o estado tornou-o inútil e sem qualquer sentido”, disse. O receio das autoridades não é infundado. Em 2001, data do primeiro e único desfile gay em Belgrado registaram-se violentos ataques de ultranacionalistas e outros militantes homofóbicos de extrema-direita contra os participantes. Oito anos depois o medo impediu a liberdade de expressão.