Última hora

Última hora

Concerto "Paz Sem Fronteiras" em Havana

Em leitura:

Concerto "Paz Sem Fronteiras" em Havana

Tamanho do texto Aa Aa

Havana está preparada para receber o concerto Paz Sem Fronteiras” organizado pelo artista colombiano Juanes. O evento vai acolher meio milhão de pessoas.
 
Mas para que a capital cubana tivesse o privilegio de escutar ao vivo quinze artistas, foi preciso viver semanas de grande polémica com dissidentes cubanos a criticarem a iniciativa.
 
Juanes justifica o concerto: “É uma mensagem de paz, não só para Cuba. É para a região inteira. O que se está a passar é muito triste. Estamos polarizados, divididos e em conflito porque pensamos de forma diferente”, referiu o cantor.
 
Em Miami, um jovem artista cubano, dissidente, contesta a iniciativa que vai ter lugar este domingo.
 
“Se quiser falar sobre paz e não refere aqueles que são responsáveis, nesse caso não fala abertamente. Eu prefiro chamar as coisas pelos nomes e faço-o há já muito tempo. E no meu país o mal tem nome: chama-se Fidel Castro, chama-se Raul Castro”, diz Gorki Aquila.
 
A oposição ao concerto foi tão forte que Juanes recebeu mesmo ameaças de morte.
 
O concerto é gratuito e desenrola-se na mítica praça da revolução.