Última hora

Última hora

Dia de luto em Itália pelos soldados mortos no Afeganistão

Em leitura:

Dia de luto em Itália pelos soldados mortos no Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

Segundo dia de luto nacional em Itália, esta segunda-feira em que estão marcados os funerais de Estado dos 6 soldados mortos num atentado suicida em Cabul na semana passada.

Um minuto de silêncio será respeitado nas escolas e edifícios públicos. As mortes, que representam a maior perda que o país sofreu desde que enviou tropas para o Afeganistão há 5 anos, abriram o debate em Itália em torno da continuação da presença transalpina no terreno onde conta com 3000 homens. No momento de velar as vítimas, um antigo soldado afirma que os homens eram como 6 irmãos de uma família que dá aos seus, valores sólidos. Uma mãe deu graças por a tragédia não ter acontecido ao seu filho que também participou em missões. Os caixões dos 6 soldados foram recebidos em Roma este domingo com honras militares pelos mais altos dignitários transalpinos, a começar pelo presidente Giorgio Napolitano. Os outros 4 soldados que ficaram feridos no mesmo atentado suicida chegaram na noite anterior à capital italiana num avião fretado especialmente para os repatriar