Última hora

Última hora

Itália de luto

Em leitura:

Itália de luto

Tamanho do texto Aa Aa

Dor e Consternação em Itália. Os seis soldados mortos no Afeganistão foram, hoje, a sepultar com honras de Estado.
 
No segundo dia de luto nacional, líderes políticos e militares prestaram na Basílica de São Paulo, em Roma, a última homenagem aos soldados transalpinos.
 
Uma cerimónia acompanhada por familiares, amigos e centenas de cidadãos anónimos.
 
Com as bandeiras a meia haste os edifícios públicos e as escolas cumpriram um minuto de silêncio.
 
Os soldados com idades compreendidas entre os 26 e 37 anos foram vítimas de um atentado terrorista há quatro dias em Cabul durante o qual ficaram, ainda, feridos quatro militares italianos.
 
Trata-se da maior perda de soldados transalpinos no Afeganistão, desde 2003.
 
O ataque relançou o debate sobre a presença das tropas italianas no país.
 
O executivo liderado por Sílvio Berlusconi já anunciou que pretende retirar o quanto antes os cerca de 3000 militares no terreno, mas não antes dos aliados.