Última hora

Última hora

Autoridades hondurenhas dispersam de forma violenta a manifestação pró-Zelaya

Em leitura:

Autoridades hondurenhas dispersam de forma violenta a manifestação pró-Zelaya

Tamanho do texto Aa Aa

Foi com violência que as autoridades das Honduras acabaram com o protesto a favor de Manuel Zelaya junto à embaixada do Brasil, na capital Tegucigalpa, onde o presidente deposto está refugiado desde o seu regresso surpresa ao país.

A polícia e o exército usaram gás lacrimogéneo e balas de borracha para dispersar os cerca de quatro mil apoiantes do ex-presidente que se mantinham no local apesar do recolher obrigatório. Manuel Zelaya foi afastado do poder através de um golpe de Estado em finais de Junho e desde então tinha estado no exílio. Regressou segunda-feira e Roberto Micheletti, o sucessor interino, exige que o Brasil lhe dê o estatuto de exilado ou o entregue à justiça hondurenha. A União Europeia chama a atenção para a necessidade de uma solução negociada para a crise e pede a ambas as partes moderação nos actos para não agravar a situação.