Última hora

Última hora

França recorre à força para desmantelar acampamento em Calais

Em leitura:

França recorre à força para desmantelar acampamento em Calais

Tamanho do texto Aa Aa

Um sonho desfeito pela polícia francesa…. Dezenas de imigrantes ilegais, a maioria afegãos, não resistiram à gigantesca operação policial que hoje desmantelou o acampamento conhecido como a Selva, em Calais, no norte de França. Ao mesmo tempo esfumavam-se os esforços feitos para atingir o sonho do “el dourado” britânico.

O desmantelamento tinha sido ordenado pelo governo francês na semana passada e a resistência esteve a cargo de dezenas de membros de associações de apoio aos clandestinos que contestam a eficácia desta medida. Esta manhã, aquando da chegada dos quinhentos agentes, o acampamento estava rodeado por um cordão humano. Segundo o ministro francês da Administração Interna, foram detidos dois activistas e 276 clandestinos, entre os quais 135 menores. As associações de apoio aos imigrantes denunciam a violência usada. Uma militante da associação Salam afirma: “Os imigrantes não tiveram qualquer gesto violento e dezenas são menores. Não se tratam assim as crianças”. Os clandestinos foram colocados em centros de detenção ou de acolhimento especiais, até ser decidido um eventual pedido de asilo ou o regresso ao país de origem. No antigo acampamento estão agora as máquinas que vão destruir o local, que chegou a albergar 800 clandestinos. A maioria fugiu nos últimos dias, levando o problema da imigração para um outro sítio, tal como aconteceu em 2002 com o encerramento do centro de Sangatte.