Última hora

Última hora

Khadaffi critica ONU no primeiro discurso nas Nações Unidas

Em leitura:

Khadaffi critica ONU no primeiro discurso nas Nações Unidas

Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez em 40 anos, Muamar Khadaffi subiu à tribuna da ONU e criticou as Nações Unidas e, em especial, o Conselho de Segurança.

Depois de ter feito esperar a plateia, o líder líbio defendeu o fim do poder de veto, propôs que a Carta das Nações Unidas seja modificada e que a Assembleia-geral se transforme num congresso mundial capaz de impor ordens ao Conselho de Segurança. A Líbia assume actualmente um lugar temporário no órgão e Khadaffi denuncia o poder exercido pelos cinco países com direito de veto (China, Rússia, Estados Unidos, Reino Unido e França). Acusa-os de trair os princípios do texto fundador das Nações Unidas e de desencadear dezenas de conflitos. Para mostrar o seu descontentamento, o presidente líbio desembaraçou-se literalmente da Carta da ONU. A presença de Khadaffi em Nova Iorque é polémica, como ficou demonstrado na manifestação que teve lugar perto da ONU, onde eram visíveis cartazes que o chamavam terrorista.