Última hora

Última hora

Obama quer uma nova era na cooperação internacional

Em leitura:

Obama quer uma nova era na cooperação internacional

Tamanho do texto Aa Aa

“Os Estados Unidos não podem resolver sozinhos os problemas mundiais” foi com esta frase, perante a Assembleia geral da ONU, que Barack Obama expressou o desejo de iniciar uma nova era na cooperação internacional.

O presidente americano baseou o seu primeiro discurso nas Nações Unidas na necessidade de uma acção conjunta e urgente. Segundo Barack Obama, “Devemos abraçar uma nova era baseada nos interesses e respeito mútuos e o trabalho deve começar já”. Para além da necessidade de combater a proliferação nuclear e as mudanças climáticas, o presidente americano abordou também a importância da ONU nesta nova era. Obama disse: “As Nações Unidas podem ser um lugar onde renovámos as nossas divergências ou pode ser o nosso terreno de entendimento, pode ser um lugar onde nos focámos nas diferenças ou onde olhamos para o que nos une, um lugar onde somos indulgentes com a tirania ou onde está baseada a fonte de autoridade moral. As Nações Unidas tanto podem ser uma instituição desligada dos interesses dos povos como podem ser um factor indispensável para avançar na defesa dos interesses das pessoas que servimos”. Num discurso baseado na esperança, que diz ser a melhor arma, Obama evocou também a questão do Médio Oriente. Defendeu que é hora de relançar as negociações sem pré-requisitos e relembrou que não são os políticos que pagam o preço do conflito.