Última hora

Última hora

Polícia arrasa acampamento de imigrantes

Em leitura:

Polícia arrasa acampamento de imigrantes

Tamanho do texto Aa Aa

No fim de contas, bastaram apenas alguns minutos para os bulldozers destruírem as habitações precárias que o presidente francês, Nicolas Sarkozy, se havia comprometido a fazer desaparecer.

Montanhas de detritos é o que resta da chamada “selva” depois da operação das autoridades francesas esta terça-feira. Situada próximo a Calais, no norte de França, era a partir daqui que os emigrantes ilegais tentavam atravessar o Canal da Mancha em direcção ao Reino Unido. A operação da polícia resultou em 276 detenções. O gesto do governo francês despertou várias reacções. Uma emigrante afegã residente em Londres afirma que os emigrantes viviam num local designado como “a selva” e as autoridades francesas tratavam-nos como animais. Vários condutores de veículos pesados manifestaram as suas opiniões. Um camionista norte-americano afirma que as autoridades deviam ter feito muito mais. Vários emigrantes haviam inclusivé utilizado o seu próprio veículo para chegar à Grã-Bretanha. Mas a realidade é que apesar do simbolismo, “a selva” é apenas um entre vários campos de emigrantes ao longo da costa francesa. Os críticos afirmam que gestos como este não são suficientes para interromper o fluxo de emigrantes.