Última hora

Última hora

Zelaya diz que proposta de diálogo é uma manipulação

Em leitura:

Zelaya diz que proposta de diálogo é uma manipulação

Tamanho do texto Aa Aa

Uma tentativa de manipulação. É desta forma, que o Presidente deposto hondurenho encara a prosposta de diálogo feita por Roberto Michelleti.
 
É a resposta de Manuel Zelaya, afastado poder através de um golpe de Estado em finais de Junho e expulso do país pelo exército.
 
Zelaya considera que a proposta evidencia a falta de vontade em resolver os problemas do país.
 
Numa carta escrita pelo Presidente de facto e citada pelo ministro dos Negócios Estrangeiros do Governo interino, Michelleti diz-se disposto a resolver a crise política em conjunto com Zelaya, desde que o Presidente deposto aceite submeter-se a eleições presidenciais a 29 de Novembro.
 
Zelaya que regressou às Honduras esta segunda-feira encontra-se sitiado na embaixada do Brasil na capital. Um edifíco cercado por militares fiéis aos golpistas.  Os miliatres não invadiram a embaixada, mas cortaram a luz, a água e o abastecimento em alimentos às cerca de 300 pessoas que ali se encontram. Entre elas familiares e apoiantes de Zelaya.
 
No exterior da embaixada a situação continua tensa. Várias pessoas recusam respeitar as ordens de recolher obrigatório. Testemunhas denunciam as acções repressivas levadas a cabo pela polícia para afastar os apoiantes do Presidente deposto