Última hora

Última hora

EUA e Rússia lançam últimato ao Irão

Em leitura:

EUA e Rússia lançam últimato ao Irão

Tamanho do texto Aa Aa

O discurso do líder líbio, Muammar Khadafi, perante a Assembleia Geral da ONU foi um dos momentos altos do evento.

Num discurso que se prolongou muito para além do tempo regulamentar, Khadafi insurgiu-se contra o Conselho de Segurança e o poder de veto. Khadafi também não poupou críticas à Carta das Nações Unidas. À margem da Assembleia Geral o Presidente norte-americano, Barack Obama, e o presidente russo, Dmitry Medvedev, mantiveram um encontro bilateral. Referindo-se à questão das armas nucleares, Obama afirmou que se o Irão não resolver esta questão de forma satisfatória mostrando à comunidade internacional que está a cumprir as suas obrigações, a Rússia e os Estados Unidos poderão tomar medidas adicionais. Neste caso, disse Obama, a imposição de sanções adicionais permanece uma possibilidade. Por seu turno, o líder iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, durante o seu discurso na Assembleia, não fez quaisquer referências à questão nuclear. Ahmadinejad elogiou as eleições realizadas no seu país e criticou a posição de Israel. Reagindo ao discurso, uma dúzia de delegações, entre elas a francesa e a norte-americana, abandonaram a sala em sinal de protesto. Esta quinta-feira, o presidente norte-americano preside a uma sessão especial do Conselho de Segurança na qual se vão discutir os limites a impor à proliferação nuclear.