Última hora

Última hora

Grupo dos seis quer reduzir arsenais nucleares

Em leitura:

Grupo dos seis quer reduzir arsenais nucleares

Tamanho do texto Aa Aa

A questão nuclear vai dominar a sessão extraordinária do Conselho de Segurança da ONU.

Ontem, o chefe de Estado russo admitiu a hipótese de avançar com mais sanções contra o Irão. Uma declaração feita após um encontro com o presidente norte-americano, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque. As negociações com o Irão sobre o programa nuclear arrancam na próxima semana. O governo iraniano garante que o enriquecimento de urânio tem por objectivo produzir energia. O Reino Unido pede a Teerão mais esforços para evitar novas sanções: O chefe da diplomacia britânica diz ter conhecimento dos esforços levados a cabo pelo Irão para cooperar com a Agência Internacional de Energia Atómica e aconselha Teerão a reforçar a cooperação para assegurar que o programa nuclear não tem fins militares. Mais que palavras, Hillary Clinton quer acções. A secretária de Estado norte-americana pede ao Irão maior envolvimento nas discussões sobre o programa nuclear e que façam as suas escolhas. Negociações que não se adivinham fáceis. Na mira do Conselho de Segurança está também a Coreia do Norte. O encontro deverá terminar o encontro com um apelo à redução dos arsenais nucleares em todo o mundo.