Última hora

Última hora

O Irão confirma a existência de uma segunda central

Em leitura:

O Irão confirma a existência de uma segunda central

Tamanho do texto Aa Aa

O anúncio foi feito por carata esta semana ao presidente da Agência Internacional de Energia Atómica, Mohammed ElBaradei que confirmou já a informação.

O regime de Ahmadinejad já tinha informado anteriormente que possuía uma unidade de enriquecimento de urânio em Natanz, a 250 quilómetros a Sul da capital. O regime deveria ter suspendido as operações nucleares depois das ameaças de sanções decretadas pelo Conselho de Segurança da ONU. O Irão tem afirmado sempre que o seu programa nuclear é meramente defensivo, mas o Ocidente teme que esteja a construir uma bomba atómica. Esta revelação surge dias antes das previstas negociações entre o Irão e o Grupo dos Seis dia 1 de Outubro em Genebra e quando os cinco países membros permanentes do CS da ONU tinham chegado a acordo para “novas iniciativas” em caso de uma resposta insatisfatória de Teerão. O Presidente russo chegou a dizer que novas sanções podiam vir a ser inevitáveis, mas ontem Moscovo recuou considerando que as sanções não eram um meio para resolver os problemas.