Última hora

Última hora

Concha de ouro para filme chinês em San Sebastian

Em leitura:

Concha de ouro para filme chinês em San Sebastian

Tamanho do texto Aa Aa

San Sebastian tornou-se por uma noite numa “cidade de vida e de morte”, durante a gala de encerramento do festival de cinema.

O júri atribuiu a concha de ouro para o melhor filme e o prémio para a melhor fotografia ao realizador chinês Lu Chuan pelo filme “City of Life and Death”. A película, que demorou quatro anos a ser concluida, retrata as atrocidades cometidas pelo exército japonês durante a invasão da China em 1937. Um episódio quase desconhecido da história do país, filmado dos dois lados do conflito, da batalha de Nanjing que provocou mais de 300 mil mortos, ao massacre que se seguiu, levado a cabo pelas tropas japonesas. Noutro registo, o júri atribuiu a concha de prata para os melhores actores masculino e feminino, aos protagonistas do filme espanhol, “Eu também”, realizado por Antonio Naharro e Alvaro Pastor. A história de um amor, aparentemente, impossível entre um jovem com síndrome de Down, desempenhado pelo actor Pablo Pineda, e uma colega de trabalho, encarnada pela actriz Lola Dueñas. Tanto na realidade como na ficção, Pineda foi o primeiro europeu com síndrome de Down a obter um diploma universitário. Na lista de galardoados encontram-se ainda o espanhol Javier Rebollo, que recebeu a concha de prata de melhor realizador pelo filme “uma mulher sem piano”. A película australiana “abençoada”, de Anna Kokkinos foi distinguida com a concha de prata do melhor guião.