Última hora

Última hora

Eleições alemãs: CDU/CSU e FDP conseguem maioria no Bundestag, segundo projecções

Em leitura:

Eleições alemãs: CDU/CSU e FDP conseguem maioria no Bundestag, segundo projecções

Tamanho do texto Aa Aa

Os alemães votaram e, segundo as projecções, reconduzem Angela Merkel na chancelaria permitindo-lhe formar uma coligação de centro-direita. As projecções dão à CDU/CSU 33,5%, mas abaixo dos 35% das legislativas de 2005.
 
Merkel e a CDU ficam mesmo assim muito à frente do SPD. Os sociais-democratas deverão obter 23,5%, o pior resultado desde 1949. No final de 11 anos no governo, o SPD poderá acabar na oposição, sobretudo, face às projecções que dão o FDP 14,5%.
 
Os liberais surgem, segundo as projecções, como os grandes vencedores do dia e como terceira força política do país. O que beneficia Merkel, com quem poderão formar uma coligação governamental. A verificarem-se os números, a coligação CDU/CSU-FDP conseguirá uma maioria absoluta no Bundestag.
 
Em quarta posição surge o Die Linke com 13%, que regista também um forte aumento a nível federal. Em 2005, o PDS, do qual o Die Linke é herdeiro, obteve 8,7%. 
 
Os Verdes ficam pelos 10,5%, uma subida em relação às últimas legislativas. 
 
Os restantes partidos reunidos ficam com 6%.
 
A taxa de participação foi de 71,2%, mas mesmo assim acaba por ser a pior de sempre. Nas últimas legislativas a participação foi de 77,7%.
 
 
Patrícia Cardoso