Última hora

Última hora

Detenção de Polansky torna-se questão diplomática

Em leitura:

Detenção de Polansky torna-se questão diplomática

Tamanho do texto Aa Aa

A detenção do realizador franco-polaco Roman Polansky na Suíça tornou-se numa questão diplomática.

Polansky de 76 anos foi detido à chegada a Zurique onde se deslocou para receber um prémio pelo trabalho de uma vida no festival de cinema local mas acabou por ser detido por um caso judicial nos Estados Unidos com 3 décadas. Artistas e realizadores ergueram a voz contra a detenção e o governo francês quer a libertação do cineasta. A ministra helvética da Justiça justifica. “É uma questão jurídica. Ela é perfeitamente clara. Não podemos fazer diferença entre pessoas com ou sem notoriedade.” O ministro da Cultura francês declarou que o presidente Nicolas Sarkozy estava a acompanhar de perto o caso que o chefe da diplomacia francesa já expressou preocupações ao homólogo suíço. Polansky corre o risco de ser extraditado para os Estados Unidos. “Tal como existe uma América que é generosa e que nós gostamos, existe também uma América medonha e foi essa América que revelou a sua face”, disse o ministro. O governo polaco também considera apelar directamente aos Estados Unidos. O cineasta é acusado de ter tido relações sexuais com uma menor de 13 anos em los Angeles em 1977, facto que Polansky não nega mas garante ter sido consentido. A Suíça aguarda agora pelo pedido de extradição, que a confirmar-se, pode ser contestado judicialmente.