Última hora

Última hora

Socialistas preparam-se para governar Portugal sem maioria

Em leitura:

Socialistas preparam-se para governar Portugal sem maioria

Tamanho do texto Aa Aa

Os socialistas festejaram ontem a obtenção de um segundo mandato para um Governo liderado por José Sócrates.

Uma vitória que deixa no entanto algumas questões no ar, uma vez que o PS perdeu a maioria absoluta. Agora, o líder socialista tem duas opções: assumir um Governo minoritário, com entendimentos pontuais à esquerda e à direita, ou formar uma coligação. O discurso de vitória de Sócrates manteve um tom optimista: “Soubemos lidar com as dificuldades do passado e saberemos como lidar com as dificuldades do presente. Portugal tem todas as condições para enfrentar os problemas que possam surgir no futuro”, disse perante os apoiantes que se encontravam na sede de campanha socialista. O Partido Social Democrata liderado por Manuela Ferreira Leite sai fragilizado das legislativas 2009 depois de ter ficado a mais de seis pontos dos socialistas. A Líder laranja prepara-se agora para enfrentar as eleições autárquicas. No dia seguinte à vitória do PS os portugueses continuam a encarar o futuro com apreensão num país fortemente afectado pela crise. Nas ruas de Lisboa dominava um sentimento de alguma resignação. “Talvez ele não seja capaz de nos tirar da crise, mas os outros também não. Todos prometem muito mas não fazem nada. Não pode haver milagres”, afirmou uma residente da capital. “Vais ser difícil, a crise é global. Mas acredito que se houver uma cooperação com os outros partidos, talvez funcione”, concluía um segundo. Esta manhã, a maioria da imprensa portuguesa destacava o resultado das eleições, com uma vitória socialista que não dá garantias de estabilidade política para os próximos tempos.