Última hora

Última hora

Grécia vai às urnas no domingo em ambiente de crise profunda

Em leitura:

Grécia vai às urnas no domingo em ambiente de crise profunda

Tamanho do texto Aa Aa

Descrédito nas instituições políticas, agravamento da crise económica, alta taxa de desemprego… É num ambiente de grave crise de confiança que os gregos vão às urnas no domingo para elegerem um novo governo.

Trata-se de legislativas antecipadas convocadas pelo próprio primeiro-ministro conservador, Costas Caramanlis. O chefe de governo reconhece alguns erros de governação. “Uma das coisas que teria feito de outra forma era forçar as reformas estruturais, tal como fizemos por exemplo com a reforma fiscal, da educação, a reforma do sistema de pensões e muitas outras, mas com mais determinação e sobretudo com maior celeridade e é o que pretendo fazer depois de 04 de Outubro.” No entanto, na próxima segunda-feira Caramanlis corre o risco de não ser o seu próprio sucessor na liderança do governo. Uma sondagem de 14 de Setembro sugere que o Partido Socialista Pan-Helénico (PASOK) do ex-primeiro-ministro George Papandreou poderá garantir uma maioria de 156 dos 300 lugares do Parlamento grego.