Última hora

Última hora

Guerra aberta entre Cavaco Silva e PS

Em leitura:

Guerra aberta entre Cavaco Silva e PS

Tamanho do texto Aa Aa

Como prometido, Cavaco Silva quebrou o silêncio sobre a questão das escutas telefónicas no Palácio de Belém.

O Presidente da República acusou hoje “destacadas personalidades do partido do Governo” de manipulação e de tentarem colar o chefe de Estado ao PSD com o objectivo de “desviar as atenções do debate eleitoral das questões que realmente preocupavam os cidadãos”. A reacção do PS às acusações de Aníbal Cavaco não se fez esperar. O Partido Socialista considerou que a comunicação do chefe de Estado confirmou que a suspeição sobre escutas do Governo a Belém não passou de “uma invenção” com o objectivo de prejudicar o partido liderado pelo primeiro-ministro José Sócrates e o seu executivo. O PSD lamentou que os esclarecimentos do Presidente da República não tenham sido feitos antes das eleições.