Última hora

Última hora

Relatório independente responsabiliza tanto a Geórgia como a Rússia

Em leitura:

Relatório independente responsabiliza tanto a Geórgia como a Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Foi a Geórgia que começou mas foi a Rússia que incendiou os ânimos.

Asim se pode resumir uma das principais conclusões do tão-esperado relatório independente sobre o conflito russo-georgiano de Agosto do ano passado. Mas cada uma das partes faz uma leitura distinta do documento. O embaixador russo em Bruxelas nega que Moscovo tenha usado a força de forma desproporcionada. Para Vladimir Chizhov, a investigação mostra claramente que foi Tbilissi que desencadeou a guerra ao atacar Tskinvali. Para a embaixadora georgiana junto da União Europeia, a Rússia infringiu o direito internacional: “O relatório prova que a Geórgia foi invadida por um estado estrangeiro, que um país soberano foi invadidado por uma país vizinho, numa clara violação da lei internacional. O relatório prova que a Geórgia não levou a cabo uma campanha de limpeza étnica como diz a Rússia”. As conclusões do estudo não surpreenderam a comunidade internacional mas poderão dar mais argumentos à oposição georgiana. Internamente, o presidente Mikhail Saakashvili é acusado de ter conduzido o país para uma guerra desastrosa.