Última hora

Última hora

Itália: Justiça pede penas pesadas para arguidos do "processo da CIA"

Em leitura:

Itália: Justiça pede penas pesadas para arguidos do "processo da CIA"

Tamanho do texto Aa Aa

Recta final do primeiro julgamento europeu sobre as transferências secretas de prisioneiros da CIA.

A justiça italiana pediu 13 anos de prisão para os antigos chefes da CIA, Jeff Castelli, e dos serviços secretos italianos, Nicolo Polari. Foram também requeridos 11 e 12 anos de prisão para os outros 31 arguidos, entre eles, 26 agentes da CIA, que Washington recusa extraditar para Itália. O veredicto é esperado até ao final do ano. Na origem do escândalo está o rapto, em Milão, em Fevereiro de 2003, do imã Abou Omar, que foi transferido para o Egipto, onde diz ter sido torturado até 2007. O caso permitiu revelar a colaboração de vários países com as práticas da CIA para interrogar pessoas suspeitas de terrorismo após o 11 de Setembro.