Última hora

Última hora

Amnistia fiscal na mira da oposição italiana

Em leitura:

Amnistia fiscal na mira da oposição italiana

Amnistia fiscal na mira da oposição italiana
Tamanho do texto Aa Aa

A oposição italiana continua a manifestar-se contra a lei de amnistia fiscal proposta pelo governo de Silvio Berlusconi. Durante o debate parlamentar, membros da oposição de esquerda protestaram à frente do Parlamento em Roma.

Durante o protesto, o deputado Antonio di Pietro referiu que os italianos vão sentir-se “cornudos e abusados. A Máfia agradece.” O texto prevê que os italianos com contas no estrangeiro possam repatriar esse dinheiro através do pagamento de 5% da soma repatriada. Para a oposição trata-se de uma medida que vai permitir que operações de lavagem de dinheiro sejam executadas impunemente. O deputado Italo Bocchino, do partido no poder, Povo da Liberdade, acha que “o Presidente da República vai assinar o decreto de lei porque se trata de uma medida que já foi adoptada noutros países sem que tenha havido o escândalo que a esquerda quer fazer em Itália.” Ao mesmo tempo que defende a amnistia fiscal, o executivo de Silvio Berlusconi lançou uma operação junto à fronteira com a Suíça com o objectivo de registar todas as matrículas graças a um radar. As autoridades italianas estimam em 125 mil milhões de euros não declarados o montante total detido por italianos na Suíça.