Última hora

Última hora

Desemprego aumenta nos EUA

Em leitura:

Desemprego aumenta nos EUA

Tamanho do texto Aa Aa

O desemprego esteve a subir mais que o esperado nos Estados Unidos, em Setembro. Más notícias para o presidente Obama, numa altura em que o país começa a recuperar da crise.

O número de pessoas sem emprego, nos sectores secundário e terciário, aumentou em 263.000, um número acima das previsões. Já a taxa de desemprego subiu para os 9,8%, o valor mais baixo dos últimos 26 anos. Nos últimos meses, a taxa tem andado na casa dos 9%. Em Julho houve uma ligeira descida dos 9,5% para os 9,4%, mas em Agosto cresceu de novo, para os 9,7%. A situação pode piorar, por culpa de empresas como a General Motors, que anunciou esta semana o fecho da marca Saturn. Esta medida deve implicar o fim de 13.000 postos de trabalho, que teriam sido salvos se a GM tivesse conseguido vender a marca, o que acabou por não acontecer. Empresas como a companhia aérea United Airlines continuam a despedir pessoal, temendo os efeitos do fim dos pacotes de estímulo pagos pelo governo. Desde o início da crise, perto de sete milhões e meio de americanos ficaram sem trabalho.