Última hora

Última hora

Legislativas antecipadas na Grécia

Em leitura:

Legislativas antecipadas na Grécia

Tamanho do texto Aa Aa

Domingo é dia de eleições antecipadas na Grécia. Quase dez milhões de eleitores são chamados às urnas num voto em que o resultado é, em princípio conhecido. Os gregos vão punir o governo conservador de Costas Caramanlis e colocar os socialistas no poder. A eventual conquista duma maioria absoluta por parte do Pasok é a grande incógnita deste escrutínio. Mas nas ruas as opiniões dividem-se.

“- Vamos ser pacientes. Vamos tentar outra coisa para ver se a situação melhora. Nos úlimos cinco anos e meio a vida tem sido sufocante.” “- Acho que eles são todos iguais. Os socialistas não vão fazer nada.” O primeiro-ministro conservador, Costas Caramanlis, foi eleito pela primeira vez em 2004 mas foi incapaz de cumprir uma promessa essencial: chefiar um governo impoluto depois de décadas de governos socialistas e de escândalos de corrupção. Pelo contrário, o seu executivo manchado por vários episódios menos dignos. Os socialistas de George Papandereu vão também beneficiar do descontentamento da população face às medidas de austeridade do executivo em plena crise económica.