Última hora

Última hora

O "ghetto" de Varsóvia perdeu o último chefe

Em leitura:

O "ghetto" de Varsóvia perdeu o último chefe

Tamanho do texto Aa Aa

Desapareceu Marek Eldeman, o último dos líderes da revolta dos judeus contra os nazis no “ghetto” de Varsóvia. A Polónia acolheu em 1939 a mais importante comunidade judia antes do início da Segunda Guerra Mundial.

Apesar das políticas comunistas hostis aos judeus no pós-guerra, Eldeman nunca deixou a Polónia onde exerceu a profissão de cardiologista. “- Ele acabou por ter uma vida plena. Eldeman ajudou todas as pessoas, ele ajudou a Polónia, ele ajudou os judeus, ele ajudou os seus pacientes.” Do seu passado de resistência consta ainda o empenho na luta do sindicato Solidariedade que contribuiu em 1989 para a queda do comunismo. “- Para mim, para a minha geração, Eldeman foi um grande exemplo: um homem bravo, solidário, independente, que nunca ouviu as autoridades mas sim a sua consciência.” Marek Eldeman falceu com a presumível idade de 87 anos. A data do seu nascimento perdeu-se na história com o desaparecimento dos pais.