Última hora

Última hora

Rio de Janeiro: Depois da festa, o trabalho

Em leitura:

Rio de Janeiro: Depois da festa, o trabalho

Tamanho do texto Aa Aa

Foi em ambiente de festa rija que o Brasil recebeu a notícia da escolha do Rio de Janeiro para a realização dos Jogos Olímpicos de 2016.

E quando o presidente do Comité Olímpico anunciou o nome da candidatura vencedora, foi a explosão dos cariocas nas areias quentes da cidade maravilhosa. Os brasileiros acreditaram até ao fim. O presidente Lula da Silva repetiu à exaustão: “agora é a nossa vez”. Lula empenhou-se pessoalmente e fica na história como o homem que conseguiu, para além de inscrever o Brasil no mapa dos grandes decisores mundiais, levar até ao país as duas maiores competições desportivas do planeta: O Mundial de Futebol de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 Mas nem tudo é festa. O país enfrenta grandes desafios face as estes projectos. É preciso criar condições de segurança e controlar a criminalidade que domina o quotidiano dos cariocas e investir fortemente nas infraestruturas para tornar eficaz uma rede de transportes caótica.