Última hora

Última hora

Em Samatra é hora de cuidar dos sobreviventes

Em leitura:

Em Samatra é hora de cuidar dos sobreviventes

Tamanho do texto Aa Aa

Acabou a esperança na ilha indonésia de Samatra. Depois do sismo de quarta-feira, as autoridades centram agora as atenções nos sobreviventes para evitar mais mortes. Estima-se que as perdas humanas ultrapassem as três mil.

Este domingo começaram a ser abertas valas comuns para enterrar os muitos corpos que ainda jazem no meio dos destroços da cidade de Padang. Esta é a maior preocupação neste momento devido à propagação de doenças entre a população enfraquecida. As autoridades preparam-se para dar por terminada a fase de busca e salvamento para iniciarem a fase de remoção de destroços e de limpeza das áreas atingidas. Há registo de aldeias que desapareceram literalmente da face da terra. O número de desaparecidos é enorme. A distribuição de bens de primeira necessidade é agora uma tarefa essencial, especialmente em áreas remotas que ficaram isoladas. Entretanto a ajuda internacional continua a afluir a Samatra na esperança de aliviar o sofrimento dos sobreviventes.