Última hora

Em leitura:

Armada espanhola prende piratas


mundo

Armada espanhola prende piratas

Dois dos piratas que, na sexta-feira, desviaram um pesqueiro espanhol já foram detidos pela marinha de Espanha.

Foram interceptados, quando tentavam abandonar o navio, a bordo de um salva-vidas. O Alakrama, de pesca ao atum, continua na posse dos piratas, assim como os restantes 36 tripulantes. O sequestro do navio aconteceu no Índico, entre a Somália e as ilhas Seychelles. Desde aí, está a ser seguido por duas fragatas, a espanhola Canárias e a francesa, Germinal. “Não vamos fazer nada que possa por em risco a itegridade dos pescadores”, foi uma garantia do comandante da operação, no encontro com os jornalistas. A operação Atalanta da União Europeia continua a patrulhar toda a zona. Isso tem reduzido a actividade dos piratas. Bruxelas, pela voz de Janvier Solana, garante que está a fazer tudo, para resgatar o barco e a tripulação: “Tudo o que se pode fazer está a ser feito, por parte de Espanha, por parte da União Europeia, e por parte de todos os países, incluindo aqueles que não integram a União Europeia”. O futurio dos dois detidos depende agora do juiz, Baltasar Garzon, que os quer apresentar à justiça espanhola.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Grécia: Caramanlis abandona liderança do partido após derrota eleitoral