Última hora

Última hora

Recrutas russoa agredidos por instrutores

Em leitura:

Recrutas russoa agredidos por instrutores

Tamanho do texto Aa Aa

Um acidente de treino militar contendo agressões causou ferimentos de vária ordem, em 16 militares do exército russo.

Aconteceu no quartel de Kamenka, na região de Leninegrado. Tudo começou quando os instruendos de um curso de sargenmtos foram subitamente acordados às quatro da madrugada. O exercício proposto resultou na fractura do maxilar de um soldado: “Eles acordaram-nos às quatro da manhã e começaram a bater-nos. Primeiro a mim, depois aos outros. E continuaram, até às nove da manhã. Então, pediram-me para lhes dar, até à noite, 3000 rublos senão, matavam-me ou estropiavam-me”. Os soldados já apelaram a uma organização de defesa dos direitos humanos, denominada “As Mães dos Soldados de S. Petersburgo”. O comandante do distrito militar, o general Nikolay Bogdanovsk já anunciou a instauração de um inquérito, ao quartel de Kamenka. As conclusões do inquérito serão enviadas ao Estado-Maior que depois decidirá, em conformidade, diz uma nota do distrito militar. Mas um porta-voz da unidade tentou iludir a questão, dizendo que tudo começou com um processo de averiguações interno. No dia 1 de Outurbro, dois instruendos terão agredido a murro, outros soldados, disse.