Última hora

Última hora

Berlusconi reage mal à perda de imunidade

Em leitura:

Berlusconi reage mal à perda de imunidade

Tamanho do texto Aa Aa

A julgar pela forma como reagiu à perda de imunidade, Berlusconi parece ter perdido o controlo da situação.

O chefe de governo italiano afirma que o Tribunal é de esquerda e acusa o presidente da República de falta de imparcialidade, uma alusão ao passado comunista de Napolitano. Berlusconi é acusado de corrupção em vários processos. Nas palavras do chefe de governo, as acusações são “falsas, risíveis e absurdas”. O presidente Giorgio Napolitano respondeu de forma indirecta às palavras do primeiro-ministro. O chefe de estado disse apenas que estava “do lado da constituição”. Os analistas temem que a tensão política entre as instituições da república possa pôr em causa a estabilidade do país e prejudicar a economia. James Walston, professor da Universidade Americana de Roma, considera que Berlusconi está praticamente acabado como líder político devido à idade e aos escândalos sexuais dos últimos meses. O analista diz que o veredicto do tribunal constitucional é mais “um prego para o caixão”. Mas, exceptuando o antigo juiz Antonio di Pietro, até agora, ninguém pediu a demissão do chefe de governo: nem a esquerda, politicamente enfraquecida, nem a maioria de direita que inclui a Liga do Norte e repousa num delicado equilíbrio que depende de Berlusconi.