Última hora

Última hora

Rajoy promete punir quem agiu mal

Em leitura:

Rajoy promete punir quem agiu mal

Tamanho do texto Aa Aa

O Partido Popular espanhol está a ser envenenado por um mega caso judicial que implica altas personalidades da formação e ganha contornos nacionais.

No processo, em que Francisco Correa, um empresário com a alcunha de Don Vito, como no filme o padrinho, é acusado de suborno de mais de 70 pessoas, são referenciadas 17 figuras do PP, incluindo o ex-ministro do Equipamento Alexandro Cascos, o tesoureiro nacional demissionário, Luis Barcenas e o genro de José Maria Aznar, Alejandro Agag. Na terça-feira foi parcialmente o segredo de instrução. Agora, o líder da formação, Mariano Rajoy endurece a postura. “O Partido Popular vai reagir e exigir responsabilidades a todos os que cometeram ilegalidades”, declarou. Ontem ficou também a saber-se que o escândalo implica membros de duas outras regiões para além Madrid e Valência. Um golpe para a formação que está à frente nas sondagens e numa altura em que os socialistas, no poder, tentam controlar os danos provocados pelo descalabro da economia.