Última hora

Última hora

Tribunal absolve salvadores de imigrantes

Em leitura:

Tribunal absolve salvadores de imigrantes

Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal italiano absolveu três membros de uma organização humanitária, acusados de incitamento à imigração ilegal.

Os factos remontam a 2004. Os réus recolheram 37 emigrantes ilegais que estavam à deriva, no mar Mediterrâneo. Navegavam a bordo do Cap Anamur, um barco que é propriedade da ONG a que pertencem. Um processo que, segundo um dos réus, pretende dar sinais à navegação: “Com estes processos quer-se aparentemente enviar uma mensagem à navegação que não deve salvar homens. É uma horrívea inversão do nosso direito, uma horrível inversão dos valores da Europa”, disse Elias Bierdel que, à data dos factos, erao capitão do Cap Anamur. Em 2004, o barco salvador foi apresado, pela Marinha Italiana, ao lago da Scícilia. Foi conduzido para o Porto de Empodoclé, nos arredores de Agrigento. A bordo estavam 37 pessoas que tentavam escapar à miséria.